Amigos são pra essas coisas

Hoje eu gostaria de deixar um abraço especial de incentivo ao meu amigo Luciano Baixinho de Capão Bonito...Nos lá da ADM Fait estamos na torcida por vc sempre: Companheiro é Companheiro e o resto vc já sabe né Lú.

 Parabens pelo blog e continue na luta, politica é insistencia, veja só o caso de Abraham Lincoln ....bjbjb e força sempre.



Abraham Lincoln - O Presidente que não desistiu

"O senso do dever de continuar está presente em todos nós. A obrigação de lutar é obrigação de todos nós. Eu senti o apelo desta obrigação”. (Abraham Lincoln)

 Abraham Lincoln é um dos maiores exemplos de perseverança . Se você quiser aprender sobre alguém que não desistiu, veja a história desse homem.

Nascido na miséria, Lincoln enfrentou a derrota  ao longo de toda a sua vida. Perdeu oito eleições, fracassou duas vezes nos negócios e teve um colapso nervoso. Poderia ter desistido muitas vezes, mas não desistiu e, por não ter desistido, tornou-se um dos maiores presidentes na história dos Estados Unidos.

Lincoln era um vencedor e jamais se entregou.
Neste resumo você pode perceber que ele teve inumeros motivos para desistir, mas não sucumbiu ao fracasso, porque sua mente era determinada a vencer. 
  • 1816 (aos 7 anos) – Sua família foi forçada a sair de sua casa. Ele teve que trabalhar para sustentá-la.
  • 1818 (aos 9 anos) – Sua mãe morreu.
  • 1831 (aos 22 anos) – Fracassou nos negócios.
  • 1832 ( aos 23 anos) – Concorreu a deputado estadual e perdeu. Perdeu, também, o emprego. Quis entrar na escola de Direito, mas não conseguiu ser admitido.
  • 1833 (aos 24 anos) – Tomou dinheiro emprestado a um amigo para começar um negócio e um ano depois estava falido. Passou os dezessete anos seguintes de sua vida pagando essa dívida.
  • 1834 (aos 25 anos) – Candidatou-se, novamente, a deputado estadual e ganhou.
  • 1835 (aos 26 aos) – Estava noivo, sua noiva morreu e ele ficou desolado.
  • 1836 (aos 27 anos) – Teve um colapso nervoso e ficou de cama durante seis meses.
  • 1838 (aos 29 anos) – Indicado para porta-voz da Câmara Estadual, foi derrotado.
  • 1840 (aos 31 anos) – Indicado para o Colégio Eleitoral, foi derrotado.
  • 1843 (aos 34 anos) – Candidato ao Congresso, perdeu.
  • 1846 (aos 37 anos) – Candidato ao Congresso, novamente: dessa vez, ganhou. Foi a Washington e fez um bom trabalho.
  • 1848 (aos 39 anos) – Candidato à reeleição para o Congresso, foi derrotado.
  • 1849 (aos 40 anos) – Indicado para o Cartório de Registro de Imóveis em seu Estado, foi rejeitado.
  • 1854 (aos 45 anos) – Candidato ao Senado dos Estados Unidos, perdeu.
  •  1856 (aos 47 anos) – Solicita a indicação para Vice-Presidência na convenção nacional do seu partido: obteve menos de cem votos.
  • 1858 (aos 49 anos) – Candidato ao Senado dos Estados Unidos, novamente perdeu.
  • 1860 (aos 51 anos) – Eleito Presidente dos Estados Unidos.
 E em 1865 aos seus 56 anos foi o primeiro presidente americano assassinado. Porém considerado um dos maiores presidentes da história dos Estados Unidos da América.

 “O caminho foi difícil e escorregadio. Um de meus pés escorregou, empurrando o outro para fora da estrada, mas eu me levantei e disse para mim mesmo: é apenas um deslize e não uma queda.” (Abraham Lincoln).

Um comentário:

Luciano Baixinho disse...

SOU BRASILEIRO E NÃO DESISTO NUNCA....